Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

PLANEJAMENTO AVIÁRIO GALHINHA CAIPIRA

PLANEJAMENTO DA CRIAÇÃO DE GALINHAS CAIPIRAS
segue algumas sugestões para o planejamento das atividades a serem executados para a implantaçao de um aviario no sitio. Trata se de um sistema simples de produção de galinhas caipiras porém esta nossa proposta será em um sistema confinado, onde o sitiante, terá o controle sobre a mesma.
Sistema confinado: no sistema confinado as aves são criadas em galpões por todo o seu ciclo de produção.
Os galpões têm paredes baixas, medindo de 30 a 50 cm de altura com telas e cortinas plásticas para um maior controle de chuva e ventos.
A lotação ideal de cada galpão varia conforme a construção e o clima, normalmente trabalha-se com 9 a 12 aves/m2.

figura 1 - desenho de um galpão- aviário: a dimensao largura e comprimento deverá ser adotado conforme a necessidade da sua produção, como proposta, utilizar materiais simples da localidade.
O comprimento destes galpões é variável, mas a largura não deve ultrapassar os 12 metros para uma melhor aeração. Como sugestão para inicio, faça um projeto de um aviário de 8,0m de comprimento e 4,0m de largura, um total de 32,0m2.
ciclo de produção médio.......................................49-60 dias
Limpeza, desinfecção e descanso...........................14 dias
Período gasto para criação de um lote.....................63-74 dias
Portanto cada galpão poderá ser utilizado para criação de 5 à 6 lotes/ano.
Sistema semi-confinado: neste sistema as aves são criadas até 2 ou 3 semanas de vida em galpões fechados protegidos de predadores, ventos, frio e chuva, após este período as aves têm acesso a piquetes com área de 3 a 5 m2 por ave.
Nestes piquetes as aves adquirem o hábito de ciscar, comer sementes de capim, insetos e ainda qualquer alimentação alternativa.
Lembramos que as aves sempre deverão dormir em galpão coberto podendo contar com poleiros ou piso ripado suspenso, maravalha ou palha de arroz no chão.
O galpão além de ser fonte de água e comida das aves durante o dia, passa a ser à noite, o refúgio contra predadores.
Algumas condições quanto às construções:
- Local: Fácil acesso, facilitando a entrada e saída de pintos, ração, cama, gás, frango, etc.
- Água: disponibilizar acesso facil, e de boa qualidade e quantidade suficiente para o aviário.
- Orientação dos galpões: Sentido leste-oeste( cumeeira), com finalidade de evitar a incidência de sol diretamente sobre as aves.

Esta é portanto, a primeira etapa do plano, pois estamos falando de planejamento o ideal é a pesquisa de mercado, estudos de viabilizaçao economica, destino dos custos e outros operacionais e financeiros. NOssa proposta é estimular "faça voce mesmo", procure realizar uma visita em outras propriedades que já desenvolvem esta produção, planeje as ações e estrategias, faça seus estudos e desenhe tudo antes de começar o investimento.



Boa Sorte. !!!

IDÉIA DO VIVER SITIANTE

Árvore Mulungú - acesso principal do Sitio 2 Rios


Viver Sitiante é um  estilo de vida que atualmente está sendo adotado por um grande número de pessoas que buscam no Sítio um lugar para realizar descobertas, aprendizados, experiências que estimulam o prazer de vivenciar o espaço natural.

A vida no Sítio é uma garantia de longevidade , paz interior e particularmente da criação, a cada encontro com a natureza surge a motivação para uma vida saudável, Nos sítios praticamos as mais diversas atividades da agricultura, desde do simples cultivo de plantas, animais e ou aves. Voltar para os nossos antepassados dando cominda para galinhas significa trazer a satisfação do retorno a vida rural.

Trata se também de uma opção de viver em sembiose, ou seja  em haramonia com o meio ambiente natural e compreensível dos desafios a serem cumpridos, como a preservação, conservação da nossa cultura, sociedade, natureza e dos costumes rurais e urbanos.

Casa Sede década de 1980

"Sitiante." Substantivo (mas.fem), adjetivo (mas.fem), o(a)sitiante é também uma escolha e uma opção adotada para aquele(a)s que somam entre os milhares de indivíduos que buscam viver com o  Meio Ambiente, Natureza em prol do Desenvolvimento Sustentavel. Ser sitiante significa participar do universo , como uma "abelha", apreender com as condições naturais da localidade onde vivemos.

Este Site será destinados e recomendado para pequenos proprietários de terras que tenham interesse em permanecer com a escolha de viver em sítios, mesmo sendo pequenos proprietário(a)s , ou fazendeiro(a)s pequenos, que buscam na terra a sua maneira particular de tratar com a natureza.

Nosso interesse é a divulgação das propostas que são possiveis de serem adotados para a produção da agroecologica, fruticultura, horticultura , aviários e outras. Estamos divulgando nossas experiências e momentos agradáveis vivenciados na proposta sitiante. Voltamos para conhecer melhor os significados que nos trazem viver nestas pequenas propriedades, herança, patrimônio, aspiração, desejo e ou simplesmente o interesse.

Aqui me parecia um pouco de fantasia do nosso imaginário que criamos em nossas afetividades com os sítios rurais que herdamos . Para todos que buscam a vida em sitios e que gostem de criar galinhas, galo, patos, patinhos, ovelhas, cultivar uma horta, comer uma fruta, colher as flores, brincar com os animais.....
Cajueiro com a mais de 50 anos de idade são as heranças deste patrimônico natural

Bom divertimentos !!!
A.Nilo B.Capibaribe
Acesso a casa Sede
Para maiores informaçoes, colaborçao enviar e mail para sitiodoisrios@gmail.com